Bullying na escola, como prevenir?

Bullying na escola, como prevenir?        O bullying está se tornando cada vez mais comum nas escolas, são vários casos de alunos que foram agredidos, de forma física ou verbal, por aqueles que se acham superiores, donos do mundo. Sem ter como se defender, as vítimas se escondem e não contam a ninguém o ocorrido, nem mesmo aos pais. E assim esses agressores continuam agindo, sem remorso algum. Achando que nunca serão repreendidos. Uma triste realidade que acontece todos os dias nas escolas, sem que os professores ou a direção da escola saiba. É necessário uma atitude para proteger esses alunos dos seus agressores. Para ajudar os indefesos na luta contra o bullying.

Esta missão é mais do que difícil pelos seguintes fatores, durante a aula os alunos ficam com o professor na sala, porém ele não pode parar de ensinar a matéria para ficar vigiando os estudantes, Bullying na escola, como prevenir?além disso há muitas áreas da escola em que os alunos ficam “sozinhos”, aí é onde os bullyings aproveitam para agir.

Como as instituições não podem contratar pessoas para ficar exclusivamente olhando os alunos, de perto, a primeira atitude a tomar seria a inclusão de câmeras nos locais públicos, onde todos os estudantes se ajuntam, por exemplo no pátio da escola. Assim caso ocorra uma agressão física contra um dos alunos, imediatamente a supervisão da escola poderá separar quem estiver envolvido, e tomar as devidas providências.

Agora mesmo se a direção da escola pedir uma confissão da vítima sobre os abusos, dificilmente conseguirá uma, isso se deve ao fato de que o aluno tem medo do valentão da escola que bateu nele, e mais medo ainda de ser humilhado na frente dos colegas. Pois entre os estudantes quem é corajoso e conta aos professores o que acontece de ruim durante a aula, não é bem visto, na realidade eles são até humilhados na frente de todo mundo.

Bullying na escola, como prevenir?     Então para ajudar essas vítimas o melhor a fazer é chamar os pais, conversar com eles sobre o incidente, e sobre uma possível consulta com o psicólogo, que aliás deveria ser paga pela escola, porque este incidente por mais que seja isolado, deixará marcas profundas na vítima, que passará a vida traumatizada, se não procurar ajuda profissional.

Já no caso de agressão verbal as coisas são bem diferentes. Isso porque quem ouviu algum comentário maldoso à seu respeito não vai querer falar sobre o assunto. Nem mesmo demonstrar a sua tristeza. Com medo de que alguém descubra quem o agrediu.

Bullying na escola, como prevenir?Apesar disso, estas pessoas sem querer acabam por mudar o seu comportamento, ficando cada vez mais fechadas, tímidas, com medo de fazer algo errado. Portanto os pais devem ficar sempre perto de seus filhos, e atentos a qualquer mudança de comportamento.

Caso note alguma atitude diferente do filho, devem comparecer à escola para saber o que está acontecendo. E se persistir o problema devem conversar com o filho e perguntar se ele quer mudar de escola, isto será mais eficiente do que fazer um interrogatório sobre a mudança de atitude dele.

Conclusão, para acabar com o bullying nas escolas será necessário uma parceria entre os pais e a escola. Cada um fazendo a sua parte. Todos juntos no combate ao bullying.

Deixe uma resposta