Como o estudante pode ler de forma mais eficiente

leitura

É difícil em qualquer esfera da população não haver grande incentivo para a leitura. Apesar disso, o número de jovens leitores ainda é pouco perto do que poderia ser. Ler um livro é uma experiência enriquecedora; expande os horizontes daquele que lê, ajuda interpretar mais minuciosamente os eventos ao seu redor, amplia o vocabulário, colabora com a concentração entre muitos outros benefícios! Sendo assim, pode ser interessante usar um pouco do tempo de aula para falar um pouco mais sobre esse hábito. Uma opção é passar algumas dicas de como otimizar esse processo. Segue agora algumas!

Marcadores de página

É uma dica bem simples, mas muitos acabam deixando de lado. Marcadores podem ser facilmente encontrado em livrarias, mas também não é nada difícil fazê-los! Existem muitos tutoriais no Youtube que ensinam diversos tipos de personalização. Vale a pena conferir.

Bloco de anotações

Ter um blogo de notas ou caderno (podendo ser mini) é uma boa opção para anotar muitas coisas durante a leitura. Passagens interessantes do livro, escrevendo as citações ou ao menos anotando em qual parte está é uma delas. Também ideias/matérias – muitas obras literárias fazem referências a eventos históricos, teorias científicas, entre outros – para pesquisar depois ou palavras e termos antes desconhecidos e seus significados. Ou quem sabe alguns pensamentos interessantes que vieram à mente enquanto folheava? Por essas e outras um caderninho pode fazer bastante diferença.

Incentivo por número de páginas

Leu 10 páginas? Coma uma bala ou um chocolate! Fazer mini premiações para si pode ser um incentivo interessante para continuar a ler. Não é tão fácil encontrar estudantes que sejam disciplinados, tenham bastante força de vontade a ponto ou simplesmente se identifiquem com esse tipo de método, mas vale falar um pouquinho sobre essa opção! Afinal, a opção foi dada. Se um aluno interessado começar, já valeu a pena.

 

Muitas vezes a falta de interesse pode ser apenas porque não foi encontrado pelo estudante um método coerente com a realidade dele. Essas e muitas outras opções podem ser aquelas que faltavam para que ele se sinta motivado a iniciar ou continuar com esse enriquecedor hábito. E que o incentivo à leitura nunca pare!

Deixe uma resposta