Cuidar da aparência e passar segurança aos alunos

Cuidar da aparência e passar segurança aos alunosA aparência do professor é muito importante na sala de aula. Segundo a educadora, professora da Faculdade de Educação e coordenadora do curso de psicopedagogia da PUC-SP Neide de Aquino Noffs, um visual moderno pode incentivar o aluno a estudar mais e despertar o seu interesse. “O aluno está construindo sua identidade, e o professor é, sem dúvida, uma referência importante. Se ele vai para a escola com um visual desagradável, usando roupas sujas ou amassadas, certamente vai desestimular o aluno a interagir e dialogar com ele”, explica a professora. “Não quero dizer que o professor precisa vestir roupas caras, sofisticadas, formais. Mas precisa estar com uma aparência boa, leve, e ter uma higiene pessoal impecável, inclusive para estimular o aluno a também se cuidar”. Como o estudante se baseia nos adultos que convive diariamente com ele, como o professor, este deve repassar uma boa aparência. Dessa forma, o estudante também irá se cuidar de forma adequada.

 

É comum um professor que acaba de terminar seu curso superior se sentir despreparado no momento de dar aula, repassando aos estudantes sua insegurança. Ainda na faculdade, ele deve se atualizar com diversos conhecimentos, a fim de exercer sua futura profissão já com prática. “Entre os alunos sempre existe aquela expectativa de que o docente seja um mestre sem sua essência”, afirma Heliane Fernandes Rotta, administradora escolar de Piracicaba, em São Paulo. Segundo ela, caso os estudantes percebam que o professor presente não possui domínio do conteúdo o suficiente para ser abordado, eles acabam perdendo a admiração e até mesmo o respeito pelo mesmo. Neide de Aquino ainda diz que “é por intuição, por observação”, que até as crianças percebem a falta de segurança de seus educadores. A insegurança pode vir pela falta de experiência no ambiente de trabalho e pedagogia, além da possível falta de conhecimentos e planejamento adequado da aula. Tudo isso pode, a longo prazo, desestimular os estudantes, podendo gerar até mesmo a falta de conhecimentos adquiridos durante o ano letivo. O professor deve, ao máximo, treinar isso ainda quando estiver cursando a faculdade. É necessário interagir com os estudantes, repassando a matéria de forma adequada a solucionando quaisquer dúvidas dos mesmos.

Deixe uma resposta