Erros ortográficos e suas origens

A Língua Portuguesa é uma das línguas mais difíceis do mundo; disso, poucos têm dúvidas. Acertar todos os tempos verbais e colocar todas as vírgulas em seus locais corretos é um fato para poucos em nosso país, o qual apresenta, além de inúmeras variantes linguísticas, uma escrita um tanto quanto incorreta por seus habitantes em aspectos básicos. Erros ortográficos e suas origens são passíveis de serem evitados e, dessa forma, estabelecer um português mais correto.

Erros ortográficos são mais do que comuns por todos os recantos do Brasil

Erros ortográficos são mais do que comuns por todos os recantos do Brasil

Por onde você andar, mesmo em bairros pobres ou bairros de classes mais favorecidas, pode aparecer aquele erro mais sutil, como um erro de uma vírgula, ou um erro em uma palavra difícil em que você só sabe ao procurar no dicionário, assim como há aqueles erros mais graves, como a falta de uma vírgula primordial ou a troca de uma letra por outra. Em todos os casos, os erros acontecem por um simples descuido, ou então por uma falta naquela aulinha de português.

O hábito da leitura traz inúmeros benefícios na escrita

O hábito da leitura traz inúmeros benefícios na escrita

Por isso, o cuidado com o que é escrito pode ser o diferencial em muitos detalhes da vida de um indivíduo. Em um trabalho acadêmico, na preparação do seu currículo, em uma monografia ou até em um simples post no facebook é importante que haja uma correta escrita, sempre de forma fluente. Se você tem problemas para escrever, saiba que seu caso não é muito diferente de boa parte dos brasileiros. A pequena taxa de leitura entre os brasileiros é um dos fatores para tal, mas ainda há muitos aspectos interligados nos erros das construções ortográficas e gramaticais.

O aprendizado correto da língua, já na época da infância, torna-se muito interessante na vida adulta

O aprendizado correto da língua, já na época da infância, torna-se muito interessante na vida adulta

A não correção dos nossos primeiros escritos, de forma a estabelecer um certo e um errado, aliado a uma baixa escrita promovida por desinteresse de muitos professores das séries inicias no ensino fundamental ocasiona um problema que pode alastrar-se por toda a vida. Some-se a isso a intensa linguagem errada utilizada em meios como a Internet e em redes sociais, nos quais o entendimento é muito mais valorizado do que a estética do texto, além dos exemplos advindos em casa, com uma baixa leitura de jornais e livros, que tornam-se reincidentes em crianças e nos futuros cidadãos brasileiros.

A educação para adultos também é uma excelente forma de combater os erros de linguagem

A educação para adultos também é uma excelente forma de combater os erros de linguagem

Mais do que um problema exclusivo das crianças, a origem de uma má ortografia está também nos adultos, os quais muitas vezes relaxam na aquisição de conhecimento e não preocupam-se com uma grafia correta. Salvo os casos daqueles que não possuem o tempo nem de pensar se está escrevendo certo ou não por causa dos motivos de trabalho, uma preocupação daqueles que escrevem em seus estabelecimentos ou páginas de redes sociais com a gramática e a ortografia poderia ser algo muito interessante para todos, principalmente para aqueles que estão aprendendo o português agora, como as crianças. Eliminar as referências de um português incorreto é algo um pouco utópico, mas que poderia ocasionar bons resultados a longo prazo.

Deixe uma resposta