Uma introdução à perspectiva na Educação Matemática

Muitas pesquisas foram e ainda são realizadas para análise da metodologia da Educação Matemática. É importante manter o questionamento se está sendo realizado o melhor, estimulando o desenvolvimento teórico, além da reflexão do professor em sala de aula.

E por que é tão importante pesquisar esse tema?

math-1547018_640Quantas formações de sociedade não detêm a Matemática como um dos componentes curriculares em seus planos educacionais? E, considerando formas mais rudimentares, mais raramente ainda se desenvolvem sociedades sem nenhuma forma de aplicação Matemática.

Uma brusca mudança que pode ser notada durante a história dos métodos de ensino é a da nova abordagem de que em sala de aula o aluno adquire conhecimentos que vão além dessa limitação. A percepção mais atual é de um conteúdo que o estudante aplique em sua vida fora do território escolar, trazendo benefícios para si e a sociedade na qual está inserido. Sendo assim, se contrapõe a ideia de que o professor deva simplesmente transmitir informações acadêmicas, proferida até bem pouco tempo.

Dentro do âmbito da Educação Matemática em si, podemos destacar grandes abordagens. Entre elas: a Matemática em sua própria teoria, orientação para resolução de problemas, Matemática aplicada em objetivos formativos, sob a ótica das aplicações e modelagem, com base em projetos, planos semanais, aprendizagem livre e ainda com recurso em Informática. Entre cada uma delas, pode existir divergências mesmo das mais sutis quanto grandes como especializações exigidas e recursos usados no ensino.

Então: como decidir qual seria a melhor escolha para uma turma ou instituição de ensino específica?

É válido ressaltar que não necessariamente deva se optar por uma alternativa ou outra. Em muitos desses casos, as abordagens podem ser usadas em conjunto. O que resta então é saber qual ou quais (podendo mesmo ser todas) se enquadram melhor no perfil de estudos desejado. Qual é o tipo de instituição de ensino a ser aplicado? Quais são as características dos alunos e suas maiores demandas em Matemática? O propósito é profissionalizante, ou exclusivamente de componente curricular?

Cabe àquele que pretende a elaboração do plano fazer a análise. Que deve ser feita de forma crítica, usando bastante minúcia afim de chegar ao mais efetivo possível. E considerando reais necessidades, não trazendo satisfação na implementação de uma utopia.

Deixe uma resposta